カポエイラの歌

カポエイラCDO東京 > 歌・動画・資料 > カポエイラの歌 > [カポエイラCD] Mestre Jogo De Dentro Capoeira Angola

カポエイラCD「Capoeira Angola」
Mestre Jogo De Dentro(メストレ・ジョゴジデントロ)

  1. Ritimo
  2. Ladainha: Deus do Céu – Louvação
    Deus quase que se arrepende
    Deus quase que se arrepende
    De te feito a humanidade
    Viu que tudo era injustiça
    Aflição e vaidade
    O homem pra ser fiel
    O homem pra ser fiel
    Tem que deixar de ser cruel
    Nesse verso minha gente
    Escrito por minha mão
    Agradeço a Deus do Céu
    E ao Mestre João
    Eu pra contá minha história
    Eu pra contá minha história
    Não conto de uma vez
    Trabalho que tenho feito
    Fico muito admirado
    Por minha felicidade
    Por minha felicidade
    Nessa vida eu encontrei
    A Capoeira de Angola
    Que agora eu vou falar
    Meu coração bate forte
    Chego até me arrepiá
    Eu não sei se é minha sina
    Eu não sei se é minha sina
    Eu não sei se é minha sorte
    Vou jogar a capoeira
    Até o dia da minha morte
    Camaradinha
    Iê viva meu Deus
    Iê viva meu Deus, camará
    Iê viva meu Mestre
    Iê viva meu Mestre, camará
    Iê quem me ensinô
    Iê quem me ensinô, camará
    Iê é hora, é hora
    Iê é hora, é hora, camará
    Iê vamos embora
    Iê vamos embora, camará
    Iê pelo mundo afora
    Iê pelo mundo afora, camará
    Iê viva a Bahia
    Iê viva a Bahia, camará
    Iê é mandingueiro
    Iê é mandingueiro, camará
    Iê é cabeceiro
    Iê é cabeceiro, camará
    Iê galo cantô
    Iê galo cantô, camará
    Iê cocorocô
    Iê cocorocô, camará
    Iê faca de ponta
    Iê faca de ponta, camará
    Iê pode furar
    Iê pode furar, camará
    Iê água de beber
    Iê água de beber, camará
    Iê Aruandê
    Iê Aruandê, camará
  3. Paraná ê
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Vôu embora, vôu embora, Paraná
    Tão cedo não venho cá, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Se não fosse essa semana, Paraná
    E a semana que passou, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Na roda de capoeira, Paraná
    Deu o seu valor, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Puxa, puxa, leva, leva, Paraná
    Leva pra cima de mim, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Capoeira de angola, Paraná
    Capoeira é assim, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Eu sô braço de maré, Paraná
    Mas sô maré sem fim, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    E Paraná ê, Paraná,
    Paraná, Paraná ê, Paraná
    Capoeira de angola, Paraná
    Quer ouvir vocês cantar, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Quem não pode com mandinga, Paraná
    Não carrega patuá, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
    Quem não pode não intima, Paraná
    Deixa quem pode intimá, Paraná
    Paraná ê, Paraná ê, Paraná
  4. Canarinho da Alemanha
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Eu jogo capoeira, mas meu mestre é melhor
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    O segredo da Lua quem sabe é o clarão do Sol
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
    Canarinho da Alemanha, quem matou meu curió
  5. Eu Vô Dizê A Meu Sinhô
    Eu vô dizê a meu Sinhô
    Que a manteiga derramô
    Mas a manteiga não é minha,
    A manteiga é do Sinhô
    Eu vô dizê a meu Sinhô
    Que a manteiga derramô
    Mas a manteiga não é minha,
    A manteiga é de Yôyô
    Eu vô dizê a meu Sinhô
    Que a manteiga derramô
    Mas a manteiga é do patrão,
    Caiu no chão espatifô
    Eu vô dizê a meu Sinhô
    Que a manteiga derramô
  6. Tamanduá
    Tamanduá, como vai coroa
    Tamanduá, como vai coroa
    Tamanduá, como vai coroa
    Tamanduá
    Como vai coroa
    Olha tamanduá
    Como vai coroa
  7. Oi Yaya Mandô Dà
    Oi Yayá mandô dá uma volta só
    Oi Yayá mandô dá
    Uma volta só
    Oi Yayá mandô dá
    Uma volta só
    Ô que volta ligeira
    Uma volta só
    Ô que volta danada
    Uma volta só
    Ô que leva e volta
    Uma volta só
  8. Eu Vô Dizê a Dendê
    Dendê, ô Dendê
    Dendê, ô Dendê
    Dendê de aro amarelo
    Dendê de aro amarelo
    Mandar dizê pra Dendê
    Sô homem não sô mulhér
    Mandar dizê pra Dendê
    Sô homem não sô mulhér
  9. Venci a batalha de Camugere
    Hê, hê, hê, hê
    Eu vencí a batalha de Camugere
    Hê, hê, hê, hê
    Eu vencí a batalha de Camugere
    Hê, hê, hê, hê
    Eu vencí a batalha não posso morrer
    Hê, hê, hê, hê
    Eu vencí a batalha de Camugere
    Hê, hê, hê, hê
    Capoeira de Angola me ajudou a vencer
    Hê, hê, hê, hê
  10. Ô Sim, Sim, Sim
    Ô sim, sim, sim, ô, não, não, não
    Ô sim, sim, sim, ô, não, não, não
    Ô não, não, não, ô, sim, sim, sim
    Ô sim, sim, sim, ô, não, não, não
    Mas hoje tem, amanhã não
    Mas hoje tem, amanhã não
    Ô sim, sim, sim, ô, não, não, não
  11. Ladinha: Historia
    Vou contar a minha história
    Vou contar a minha história, ai meu Deus
    Para quem quizer ouvir
    Mestre Pastinha ensinou para João
    E ele ensinou pra mim
    O segredo da capoeira
    Que agora eu vou contar
    Fui forte de tal maneira
    Na coragem e no talento
    Se quiser saber meu nome, ai meu Deus
    Me chamo Jogo de Dentro
    Não sou dono da verdade
    Não sou dono da verdade, ai meu Deus
    Mas agora eu vou falar
    Foi no Forte Sto. Antônio
    Que comecei a praticar
    A Capoeira de Angola, ai meu Deus
    Mora em meu coração
    Eu jogo a capoeira
    Pois é minha obrigação
    Quando eu entro na roda
    Faço minha oração
    Pedinho a Deus do Céu
    Me livrar da tentação
    Peço aos Orixäs
    Que venham me acompanhar
    Para que meus inimigos
    Não venham me atrapalhar
    Camaradinha
  12. Sô Eu Maita
    Sou eu Maita, sou eu Maita, sou eu
    Sou eu Maita, sou eu
    Sou eu Maita, sou eu
    Sou eu Maita, sou eu Maita, sou eu
    Quem tiver mulher bonita, o yayaya
    É a chave da prisão
    Sou eu Maita, sou eu Maita, sou eu
    Eu vou dizer pra meu amigo, o yayaya
    Que hoje a parada é dura
    Sou eu Maita, sou eu Maita, sou eu
    Sou eu o amor de minha mãe,
    Sou eu amor de meu pai
    Sou eu Maita, sou eu Maita, sou eu
    Quem quiser saber meu nome,
    Não precisa pergunta, Maita
  13. Deus Que Me Deu
    Deus que me deu, Deus que me dá
    Capoeira de Angola prá nós vadiá
    Deus que me deu, Deus que me dá
    Vida e saúde prá nós vadiá
    Deus que me deu, Deus que me dá
    Jogo bonito prá nós vadiá
    Deus que me deu, Deus que me dá
    Olhá, Deus que me deu, Deus que me dá
    Vida e saúde para nós vadiá
    Deus que me deu, Deus que me dá
  14. Angola Ê, Angola A
    Angola eee Angola aaa
    O berimbau tá me chamando eu vou jogar
    Angola eee Angola aaa
    O berimbau tá me chamando eu vou jogar
    Jogo de Dentro, Jogo de Fora
    Cavalaria, meu barra vento
    Jogo de Dentro, Jogo de Fora
    Cavalaria sinhô São Bento
    Angola eee Angola aaa
    O berimbau tá me chamando eu vou jogar
  15. Adão Cadê Salomé
    Adão, Adão ô cadê Salomé
    Adão, ô cadê Salomé, Adão
    Foi pra Ilha de Maré
    Adão, Adão ô cadê Salomé
    Adão, ô cadê Salomé, Adão
    Salomé foi passeá
    Adão, Adão ô cadê Salomé
    Adão, ô cadê Salomé, Adão
    Salomé foi passeá
    Adão, Adão ô cadê Salomé
    Adão, ô cadê Salomé, Adão
  16. Meu Atabaque é de Couro de Boi
    Meu atabaque é de couro de boi,
    Meu atabaque é de couro de boi,
    Meu atabaque é de couro de boi,
    Olha, meu atabaque
    É de couro de boi
    Olha, meu atabaque
    É de couro de boi
  17. Esse Homem é Valente
    Esse homem é valente
    Olha, sei sim Sinhô
    Esse homem é valente
    Olha, sei sim Sinhô
    Ele está com a navalha
    Olha, sei sim Sinhô
    Ele vai lhe cortar
    Olha, sei sim Sinhô
    O moleque é ligeiro
    Olha, sei sim Sinhô
    Ele vai ti pegá
    Olha, sei sim Sinhô
    Cuidade com ele
    Olha, sei sim Sinhô
  18. La Passando Num Caminho
    La passando num caminho
    La passando num caminho, ai meu deus
    Uma cobra me mordeu
    Meu veneno era mais forte
    Essa cobra que merreu
    Essa cobra, lhe morde
    Sinhô São Bento
    Olha o bote da cobra
    Sinhô São Bento
    Ela é venenosa
    Sinhô São Bento
  19. Ladainha: Ladeira do Pelourihno
    Ladeira do Pelourinho
    Ladeira do Pelourinho, ora meu Deus
    Onde eu comecei a andar
    No Forte Santo Antônio
    Eu comecei praticar
    A Capoeira de Angola
    João Pequeno táva lá
    Os turistos todos os dias
    Iam nos prestigiar
    O governador vendo isto
    Tratou logo de acabar
    Vendo Capoeira Angola
    Era dança de matar
    Olha, eu disse, governador
    Não faça isso mais não
    Capoeira de Angola é
    Uma grande tradição
    Quando eu pego na viola, ora meu Deus
    Dói até meu coração
    E o jogo de Capoeira
    É um jogo de irmão
    Quando eu entro na roda
    Não tem agressão
    Eu jogo a Capoeira
    Do fundo do meu coração
    Agradeço a meu Deus
    E ao Mestre João
    Por me ensinar a Capoeira
    Com toda dedicação
    Camaradinha
  20. Sta Maria Mã de Deus
    Sta. Maria Mãe de Deus
    Cheguei na Igreja me confessei
    Sta. Maria Mãe de Deus
    Chequei na Igreja me ajoelhei
    Sta. Maria Mãe de Deus
    Cheguei na Igreja e não rezei
    Sta. Maria Mãe de Deus
  21. Gunga é meu
    O gunga é meu, gunga é meu
    Gunga é meu, meu pai que me deu
    Gunga é meu, gunga é meu
    O gunga é meu, não vendo e não dou
    Gunga é meu, gunga é meu
  22. Um Dia Sã Benedito Me Disse
    Um dia Säo Benedito me disse
    Que eu ia aprendê a jogar
    A jogar capoeira de Angola
    Que Jogo de Dentro ia me ensinä
    O jogo de dentro e de fora
    O jogo de Angola também
    O jogo da Capoeira
    É jogo bonito e não mata ninguém
    Olá, quem te ensinô a jogar
    A jogar capoeira
    Capoeira de Angola
    A jogar capoeira
    Olá, quem te ensinô a jogar
    A jogar capoeira
    Capoeira de Angola
    A jogar capoeira
  23. Sou Angoleiro que veio de Angola
    Sou angoleiro que veio de Angola
    Que veio de Angola, que veio de Angola
    Sou angoleiro que veio de Angola
    Tocando pandeiro, berimbau e viola
    Sou angoleiro que veio de Angola
    Valha meu Deus, minha nossa Senhora
    Sou angoleiro que veio de Angola
    Olha o Jogo de Dentro, olha o jogo de fora
    Sou angoleiro que veio de Angola
  24. Quem nunca viu venha vê
    Quem nunca viu venha ver
    Licuri quebra dendê
    Quem nunca viu venha ver
    Venha ver para aprender
    Quem nunca viu venha ver
    Capoeira de Angola
    Quem nunca viu venha ver
    Licuri quebra dendê
    Quem nunca viu venha ver
  25. Sto Antonio é protetor
    Sto. Antônio é protetor
    Da barquinha de Noel
    Sto. Antônio é protetor
    Protetor da Capoeira
    Sto. Antônio é protetor
    Protetor do berimbau
    Sto. Antônio é protetor
    Protetor de todos nós
    Sto. Antônio é protetor
  26. Tô dormindo, tô sonhando
    Eu tô dormindo, eu tô sonhando
    Tão falando mal de mim
    Eu tô dormindo, eu tô sonhando
    Tão falando mal que eu ví
    Eu tô dormindo, eu tô sonhando
    Na roda de capoeira
    Eu tô dormindo, eu tô sonhando
  27. Olá olá ê, vô batê quero ver cair
    Olá, oláê, eu já bati quero ver cair
    Olá, oláê
    Quando eu bato quero ver cair
    Olá, oláê
    Jogo Capoeira Angola
    Olá, oláê
    Vou bater quero ver cair
    Olá, oláê
  28. Ladainha: Capoeira de Angola
    Capoeira de Angola
    Capoeira de Angola, ai meu Deus
    Eu falo de coração
    Eu jogo a Capoeira
    Pois é minha obrigação
    Na roda de Capoeira
    Dou um aperto de mão
    Se você quiser me ver
    Capoeira vou jogar
    Sou discípulo que aprendo, olha meu Deus
    O mestre que dá lição
    Na roda de Capoeira
    Dou um aperto de mão
    Camaradinha
  29. E Dona Alice
    O Doralice não me pegue não
    Não me pegue, não me agarre, não me pegue não
    O Doralice não me pegue não
    Não me pegue, não me agarre no meu coração
    O Doralice não me pegue não
    Por favor Nossa Senhora não me pegue não
    O Doralice não me pegue não
    Não me pegue, não me agarre que eu não gosto não
    O Doralice não me pegue não
  30. Eu sou angoleiro
    Eu sou angoleiro, angoleiro
    O que é que eu sou
    Eu sou angoleiro
    Angoleiro de valor
    Eu sou angoleiro
    Angoleiro da Bahia
    Eu sou angoleiro
    Angoleiro Imperador
    Eu sou angoleiro
  31. Jogo de Dentro
    Oi, Jogo de Dentro, Jogo de Fora
    Valha-me Deus, minha Nossa Senhora
    Jogo de Dentro, Jogo de Fora
    Jogo bonio este jogo de Angola
    Jogo de Dentro, Jogo de Fora
    Capoeira bonita, capoeira de Angola
    Jogo de Dentro, Jogo de Fora
  32. Pra lavar minha roupa não tem sabão
    Pra lavar minha roupa não tem sabão
    Não tem sabão, não tem sabão
    Pra lavar minha roupa não tem sabão
    Não tem sabão, não tem sabão
    Pra lavar minha roupa não tem sabão
    Não tem sabão, não suje não
    Pra lavar minha roupa não tem sabão
    Não tem sabão, colega velha
    Pra lavar minha roupa não tem sabão
    Não tem sabão, amigo meu
    Pra lavar minha roupa não tem sabão
  33. Ô, yaya, ô sinhô mandô chamá
    Ô, yaya, o sinhô mandô chamá
    O Sinhô mandô chamá, ô, yaya
    Diga a ele que eu vou já, ô, yaya
    Ô, yaya, o sinhô mandô chamá
    O Sinhô mandô chamá, ô, yaya
    Diga a ele que eu vou já, ô, yaya
    Ô, yaya, o sinhô mandô chamá
  34. Adeus corinha dandã
    Adeus corina dandã
    vou embora, vou embora
    Adeus corina dandã
    Como já disse que vou
    Adeus corina dandã
    Se não for essa semana
    Adeus corina dandã
    E a semana que passou
    Adeus corina dandã
    vou embora dessa terra
    Adeus corina dandã
    Tão cedo não venho cá
    Adeus corina dandã
    Eu sei que vou voltar
    Adeus corina dandã
  35. Adeus, adeus
    Adeus, adeus
    Boa viagem
    Eu vou embora
    Boa viagem
    Eu vou com Deus
    Boa viagem
    Nossa Senhora
    Boa viagem
    Adeus, adeus
    Boa viagem
 

Comments are closed.